Só por 24 horas, experimente aceitar totalmente o que quer que aconteça.  

Se alguém o insultar, aceite-o, não reaja e veja o que acontece. Subitamente, sentirá uma energia como nunca sentiu a fluir dentro de si. Normalmente, quando alguém o insulta sente-se fraco, sente-se perturbado, começa a pensar como é que se vai vingar. Essa pessoa deitou-lhe o anzol e agora você vai ficar a andar em círculos.  

Durante dias, noites, meses, até anos, não vai ser capaz de dormir, vai ter pesadelos. As pessoas conseguem desperdiçar uma vida inteira por causa de uma coisa pequena, só porque alguém as insultou. 

Olhe simplesmente para o seu passado e lembre-se de algumas coisas. Você era criança pequena e o professor chamou-lhe idiota na aula, ainda se recorda disso e sente ressentimento. O seu pai disse-lhe qualquer coisa ou a sua mãe olhou para si de uma certa maneira, e essa ferida permanece desde então. Os seus pais esqueceram-se e mesmo que os lembre não vão ser capazes de o recordar. 

No entanto, a ferida ainda está aberta, fresca; se alguém lhe tocar, você vai explodir. Não faça desta ferida a sua alma. 

Durante 24 horas, só 24 horas, tente não reagir a nada, não rejeitar nada, o que quer que aconteça. 

Se alguém o empurrar e cair no chão, caia! A seguir, levante-se e vá-se embora. Não faça nada a respeito disso. 

Se alguém lhe bater, baixe a cabeça e aceite-o com gratidão. Vá para casa, não faça nada, só por 24 horas e vai conhecer um novo surto de energia como nunca conheceu antes e uma nova vitalidade. 

E uma vez que a conheça, uma vez que a tenha provado, a sua vida será diferente. Nessa altura, vai rir das coisas parvas que tem estado a fazer, de todos os ressentimentos, reações, das vinganças com que tem estado a destruir-se a si mesmo. 

Ninguém o pode destruir exceto você mesmo; ninguém o pode salvar exceto você mesmo. Você é Judas e é Jesus. 

Osho – Espiritualidade de A a Z

Pin It on Pinterest

Share This